Home » blog » Café, leite e alimentos com enxofre causam mau hálito?

Café, leite e alimentos com enxofre causam mau hálito?

posts

Café, leite e alimentos com enxofre causam mau hálito?
Essa é a dúvida de hoje na sessão do “Pergunte ao Dr. Maurício Conceição”, enviada em nossas redes sociais.

Essa é uma pergunta comum, que recebi em minhas redes sociais e que pacientes que fizeram tratamento em outras clínicas frequentemente me questionam. Esses pacientes estranham quando libero o consumo desses alimentos, pois nos outros tratamentos, esses alimentos eram considerados proibidos. Somente para esclarecer, exemplos de alimentos ricos em enxofre são o repolho, couve, couve flor, couve de Bruxelas, brócolis, alcachofra e ovo.

No tratamento da halitose na Clínica Halitus, há cerca de 20 anos ensino aos pacientes como monitorar o hálito tratado em casa ou no trabalho com uma pessoa de sua confiança, chamado de confidente. O principal objetivo desse monitoramento é que por meio de sucessivos resultados de um hálito agradável, o paciente se sinta cada vez mais seguro em relação ao seu hálito, recuperando sua espontaneidade, qualidade de vida e uma boa autoestima.

E, no caso de qualquer alteração do hálito, também ensino aos pacientes a identificar a causa dessa alteração, para tomar as medidas necessárias para resolver o problema e/ou evitar que ocorra novamente.

No caso da alteração do hálito devido à ingestão de alimentos, cuja característica é alterar tanto o ar expirado pela boca como também o ar expirado pelo nariz, em mais de 15 anos nunca houve um único caso de alteração no odor do hálito dos meus pacientes, em que algum desses alimentos fosse o responsável pela alteração. E é isso que me permite afirmar que o café, leite, manteiga, maionese e os alimentos contendo enxofre NÃO alteram o hálito.

Café, leite e alimentos com enxofre não causam mau hálito

Alguns profissionais que costumam defender que esses alimentos alteram o hálito podem argumentar que esses alimentos, somados à ingestão de outros que alteram o hálito, poderiam contribuir para o mau hálito, ou que depende da quantia ingerida. Ainda assim, para quantias diárias consideradas até exageradas, como 4 copos de leite, 6 ovos, 4 ou 5 pedaços de brócolis ou couve flor e até 5 ou 6 xicaras de café, de acordo com minha experiência não haverá alteração no odor do hálito.

Volto a reforçar, são mais de 15 anos e quase 10.000 pacientes monitorados nesse período e nenhum deles relatou que tenha tido alteração em seu hálito causada por um alimento dessa lista. Além disso, especialmente quando faço dieta low carb, pessoalmente eu mesmo ingiro diariamente esses mesmos alimentos em grande quantidade e não tenho o hálito alterado, fato que confirmo com minha esposa ou com minha auxiliar. O que percebo no dia a dia é que a ingestão de alimentos ricos em enxofre pode aumentar a eliminação desses gases por meio intestinal, mas isso não ocorre no hálito, por meio do ar expirado pelos pulmões que saem pela boca e nariz.

Se você quiser aprender a conquistar e sempre manter um hálito fresco e agradável, me siga nas redes sociais (@drmauricioconceicao). E caso você também queira ter a sua pergunta comentada aqui, envie a sua dúvida ou sugestão clicando na aba contato.

Pra saber mais,  baixe o aplicativo Halitus no Google Play ou App Store e tenha acesso a muitos conteúdos em texto, vídeo e áudio e também a clínicas profissionais em todo o Brasil, conheça os testes para avaliar o seu hálito e sua segurança, encontre produtos auxiliares confiáveis para a halitose e boca seca e saiba mais sobre os meus cursos online, tanto para profissionais iniciantes como para os mais experientes.

Sobre o autor

Dr. Maurício Duarte da Conceição - CRO SP: 34.205
- Cirurgião Dentista, proprietário da Clínica Halitus, com 6 mil tratamentos de halitose realizados pessoalmente e da Empresa de Produtos Halitus, desenvolvidos para auxiliar o diagnóstico e tratamento da halitose e boca seca
- Pós-graduado em Halitose (Especialização) pela São Leopoldo Mandic - Campinas / SP
- Mestre em Psicologia pela Universidade São Francisco - Itatiba / SP
- Membro fundador e ex-presidente da Associação Brasileira de Halitose (ABHA)
- Autor do livro Bom Hálito e Segurança! Metas Essenciais no Tratamento da Halitose, publicado em Português e em Espanhol, a mais completa obra já publicada sobre o tratamento do mau hálito
- Palestrante em Congressos Nacionais e Internacionais e autor de artigos científicos publicados no Brasil e no exterior, nas áreas de Halitose e Boca seca 
- Especialista de Dentística Restauradora pela USP - Bauru / SP

CADASTRE-SE E RECEBA

CONTEÚDOS EXCLUSIVOS

Fique tranquilo(a). Seus dados não
serão compartilhados com terceiros